6 princípios do Scrum

Apostar em execuções ágeis, boa comunicação e uma equipe com excelentes resultados, são características de projetos com gerenciamento através da metodologia Scrum.

Que pode ser utilizada em variados projetos, sejam eles profissionais ou pessoais.

No entanto, o Scrum é um framework bem ágil e conhecido entre todos os já existentes. 

Agrupa conceitos, práticas e ferramentas que gerenciam projetos de software junto a uma enorme aplicação.

Para entender melhor sobre essa metodologia, elaboramos este artigo. 

Continue a leitura e se torne um expert no assunto. 

Vamos lá!

O que é a metodologia ágil Scrum

O Scrum é uma metodologia de desenvolvimento ágil, muito utilizada no desenvolvimento de softwares, desde que seja baseado em processos interativos.

Contudo, é projetado para oferecer valor ao cliente durante todo o projeto, satisfazendo as necessidades com base em comunicações transparentes, responsabilidades coletivas e progressos contínuos.

Todo o desenvolvimento parte da ideia geral de que é preciso ser construído estratégias.

Elaborando uma lista com todas as características ordenadas por prioridades que o proprietário do produto deseja obter. 

Tudo em ordem e de fácil compreensão.

Como surgiu o Scrum

O scrum surgiu em um artigo publicado pela The Harvard Business Review, em 1986. 

A obra foi realizada por Ikujiro Nonaka e Hirotaka Takeuchi, nomeado de “O Novo Jogo de Desenvolvimento de Novos Produtos”.

Lembre-se, em todo projeto é importante contar com o follow up, uma garantia de melhorar os processos de vendas e converter para o seu negócio mais leads em clientes.

Fazendo com que sejam apaixonados pela sua empresa.

6 princípios do Scrum

O Scrum só funciona por causa dos seus princípios, onde cada um deles tem seus eventos, seus papéis e suas excentricidades. 

É importante entender cada um desses 6 princípios. São eles:

Princípio 1: Empirismo

Representa todas as decisões de um projeto Scrum, e devem ser tomadas com base em observações e experimentos, e não por planejamentos antecipados. 

É um fundamento com três ideias principais:

  • Transparência: permite que todos os ângulos dos processos sejam visíveis por qualquer pessoa, através de uma comunicação fluída;
  • Inspeção: conta com a coleta constante de feedbacks dos clientes e stakeholders, além da inspeção e avaliação das entregas;
  • Adaptação: faz as mudanças no processo que vem sendo realizado, ou seja, são as ações adotadas com base nas dificuldades.

 

Princípio 2: Auto-Organização

No Scrum, os colaboradores são motivados a terem proatividade e ir em busca de maiores responsabilidades, tudo isso faz com que o time seja favorecido com modelos de liderança. 

A auto-organização é própria para ambientes inovadores e criativos, fazendo com que a responsabilidade de algo compartilhado aumente a satisfação do time.

Princípio 3: Colaboração

É preciso trabalhar em conjunto com os stakeholders, criando e validando entregas dos projetos. 

As dimensões da colaboração, são:

  • Consciência: Todos os colaboradores devem estar alinhados com cada membro da equipe, sabendo o que os demais estão fazendo;
  • Articulação: o produto final é dividido em unidades, delegada entre os membros, para quando estiver pronto ser reintegrado;
  • Apropriação: adaptação tecnológica sobre as demandas diárias. A tecnologia é fundamental quando o assunto é a colaboração.

Princípio 4: Priorização baseada em valor

O foco do Scrum é oferecer o máximo de valor de negócio em pouco tempo. 

Ou seja, a priorização é necessária, sempre que existe um valor mais do que o item pode gerar. 

É preciso considerar que além dos valores, os riscos e as dependências entre as atividades existem.

Princípio 5: Time-boxing

A limitação de tempo de cada evento é fixada, para garantir com que a equipe não perca prazos ou atrasos entregas. 

É preciso ter cuidado para que o time-boxing não tenha resultados contrários, fazendo com que integrantes se sintam desmotivados e apreensivos.

Princípio 6: Desenvolvimento Interativo

Princípio baseado na repetição de sprints em todo projeto, que faz com que seja gerado valor de produto de forma contínua. 

Com isso, o tempo e o esforço para alcançar resultados é reduzido e a equipe consegue se organizar e produzir melhores resultados.

Vantagens do Scrum

Esse conjunto de técnicas voltadas para o desenvolvimento, conta com entrega e manutenção dos produtos e processos complexos. 

É uma metodologia baseada na agilidade e nos pilares de transparência, inspeção e adaptação. 

A seguir os 7 principais benefícios do Scrum:

  1. Entregas rápidas e previsíveis;
  2. Colaboração como foco principal;
  3. Times autogerenciáveis;
  4. Adaptabilidade;
  5. Transparência;
  6. Auxilia na motivação;
  7. Feedbacks e melhorias contínuas.

Pudemos perceber que o Scrum é uma metodologia ágil e que proporciona muitos benefícios para as empresas que o aplica e principalmente para os clientes. 

Colaboração, transparência, e motivação são apenas alguns pontos positivos dessa estratégia inovadora.

Conheça um pouco mais sobre o Scrum e suas metodologias, aplicando as técnicas ágeis na sua empresa com a Agile Practice Center!

1 Comment

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.