4 metodologias ágeis para aplicar na gestão de projetos

Utilizar as metodologias ágeis vem se tornando ponto cada vez mais importante nos processos das empresas.

Principalmente quando o assunto é a gestão dos projetos, onde é fundamental uma entrega rápida e organizada.

No entanto, o mercado vive em grande competitividade, fazendo com que as empresas busquem por técnicas e abordagem.

E elas precisam ser capazes de fazerem a diferença em meio aos concorrentes.

Para isso é fundamental alinhar a equipe com as metodologias ágeis. 

Continue a leitura e entenda mais sobre o assunto. 

Vamos nessa!

Qual a importância da gestão de projetos

A gestão de projetos é super importante para reduzir os riscos de fracassos e consequentemente controlar todas as etapas que o envolve.

Assim como garantir a qualidade dos resultados.

Dessa maneira, se torna possível um melhor gerenciamento de projetos eficiente, ou seja, os objetivos passam a ser otimizados e atingidos com mais recursos.

Alguns projetos podem ser benéficos mas também, proporcionar riscos para as empresas, por esse motivo existem as metodologias ágeis.

Uma forma de adaptar o modelo de trabalho seguindo as condições do projeto, garantindo mais flexibilidade durante a execução.

Vantagens das metodologias ágeis na gestão de projetos

A metodologia ágil entende que uma boa gestão de projetos só acontece na execução. 

Isso quer dizer que, o imprevisível já é esperado, gerando benefícios para o cliente e negócios.

Como:

  • Melhoria na satisfação do cliente;
  • Melhorias nos produtos e serviços;
  • Mais motivação e desenvolvimento da equipe;
  • Economia de tempo e de gastos;
  • Mais agilidade para corrigir e identificar os problemas;
  • Retornos mais rápidos dos investimentos.

Empresas que fazem uso das metodologias ágeis, junto a colaboração das equipes, estão cada vez mais perto de serem vistas como instituições exemplo.

A colaboração entre as equipes é uma das vantagens. 

Squads e grupos multidisciplinares devem trabalhar em conjunto na busca de soluções em um ambiente colaborativo e motivador. 

E ao atingir os objetivos propostos, vale compensar as equipes com reconhecimento e brindes personalizados, a fim de engajar ainda mais.

4 metodologias ágeis na gestão de projetos

Não basta apenas colocar as metodologias ágeis em prática, é fundamental entender o que é todo o projeto. 

O objetivo é criar um produto, serviço ou resultado exclusivo. 

Portanto, pode ser planejado e desenvolvido em etapas pelas várias pessoas parte da organização.

Os 4 principais métodos ágeis que certamente vão te ajudar na gestão dos projetos são:

#1 Scrum

O Scrum pode ser definido como uma das metodologias ágeis responsáveis por otimizar os procedimentos entre as equipes, além de aumentar a produtividade e assertividade. 

Implantar o Scrum permite criar soluções inovadores e agilizar os processos.

Hoje o método ágil é indicado para projetos de diferentes áreas que tenham prazos apertados e requisitos mutáveis. 

Com prazos apertados, é válido conciliar as demandas com outros recursos e ferramentas.

Como por exemplo, produzir relatórios de fechamento com aqueles que já tem vivência com curso de excel online e montar a apresentação com aqueles que já sabem de powerpoint. 

#2 Lean

Método ágil bastante utilizado em startups e linhas de produção, sendo indicado principalmente para projetos reduzidos. 

O foco principal é identificar, e assim, eliminar os desperdícios dentro das empresas ou ainda na realização dos projetos de maneira eficiente.

O uso do Lean promove redução de custos, tornando as atividades mais fáceis.

Além de melhorar as entregas, aumenta a produtividade entres os colaboradores e ainda atua diretamente no compartilhamento das informações.

#3 Kanban

Uma metodologia simples que pode ser usada em qualquer tipo de projeto. 

O Kanban é composto por checklists, oferecendo uma visão mais ampla de tudo que vem sendo desenvolvido. 

Além disso é dividido pelas seguintes etapas:

  • To Do: atividades que precisam ser realizadas;
  • Doing: todas as atividades que estão sendo realizadas;
  • Done: quando as atividades já foram concluídas, avaliadas e aprovadas por toda equipe.

Acompanhar essas divisões faz com que exista um bom funcionamento metodológico, evitando erros e atrasos no projeto.

#4 Design Sprint

Por último e não menos importante, temos o Design Sprint, uma alternativa para a criação de projetos realistas. 

A metodologia segue cinco pilares:

  • S- Specific: sua meta deve ser bem clara e objetiva;
  • M- Measurable: a meta deve ser mensurável, com números exatos para provar a eficiência do processo;
  • A- Attainable: as metas estabelecidas devem ser desafiadoras e alcançáveis para toda a equipe;
  • R- Relevant: as metas precisam ser relevantes para o resultado da organização ou processo;
  • T- Time- related: é necessário definir um deadline para a entrega do projeto, visando estimular todo o time.

Concluímos que um projeto não vai para frente sem uma boa equipe. 

Portanto verifique as metodologias ágeis disponíveis e aposte naquela que vai suprir as suas necessidades.

O que acha de adotar essas metodologias na sua empresa?

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pular para a barra de ferramentas